Sérgio Moro e Dallagnol são acusados de corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e organização criminosa

Gleisi Hoffmann desmascara Sérgio Moro e Deltan Dallagnol

O ex-presidente Lula completa 365 dias preso na "masmorra" de Curitiba após um processo controverso e tido por grandes juristas brasileiros como "tendencioso e manipulado".

Porém, não apenas por isso, mas, após o TSE e STF desrespeitarem a decisão da ONU e impedir que Lula fosse candidato, deixando evidente interesses obscuros em sua prisão, a Lava Jato perdeu credibilidade depois que Moro revelou seus reais e ambiciosos interesses em apoiar Jair Bolsonaro, tido como de extrema direita, e ingressar na política. Há um vídeo antigo de Bolsonaro no qual ele assume: "sou homofóbico sim". Moro, por sua vez, parece estar alinhado a Bolsonaro, pois já disse que o que Bolsonaro diz é coerente.

Acusação contra a Lava Jato

Ao informar sobre os atos em defesa da democracia em 7 de abril, Gleisi Hoffmann citou os artigos nos quais os agentes políticos Moro e Dallagnol estão enquadrados, após as manipulações processuais que, segundo muitos juristas ocorreram. Não apenas, mas os acordos obscuros e a própria Fundação da Lava Jato são motivos para que tais agentes políticos estejam sob suspeita.
Sérgio Moro e Dallagnol são acusados de corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e organização criminosa Sérgio Moro e Dallagnol são acusados de corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e organização criminosa Reviewed by Nelson Gazolla on 16:00 Rating: 5

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.
X

Atenção !!!

NÃO PERCA as Atualizações!

Clique em CURTIR

TV, Cinema, Teatro e muito mais!

Nosso Site