Nem na ditadura amigos eram proibidos de visitar presos

Juíza ignora a lei e proíbe visitas de amigos de Lula

Opinião: Desde que o ex-presidente Lula tornou-se um preso político, muitas pessoas perceberam que o poder judiciário se tornou no 'poder' mais medíocre da república. Muitos tinham alta rejeição a políticos, em especial ao poder legislativo. Porém, Sérgio Moro, além de ser 'herói de poucos fanáticos', demonstrou como é possível condenar alguém sem provas no Brasil. A verdade é que o autoritarismo dos juízes brasileiros deixa qualquer democrático 'pasmo'.

A verdade escancarada é que grande parte dos juízes, espertalhões, se recusam a respeitar as leis, porque são juízes. É o autoritarismo dos coronéis que achávamos estar livres. Moro foi um exemplo de ignorar as leis. Contra texto expresso de lei determinou a condução coercitiva. Contra as boas práticas processuais e contra as provas dos autos, condenou Lula. Com a conivência do STF, contra texto expresso da Constituição, os juízes afundam os dogmas do povo e condenam as pessoas sem a culpa formada.

Agora, uma juízes de primeira instância, cujo nome nem me lembrei agora, rasgou o art. 41, X da Lei de Execução Penal, para criar um estado medíocre de direitos por poucos (i)legalistas togados. É uma vergonha sem tamanho ver um juiz ignorar texto expresso de Lei sob pretextos esdrúxulos de 'interpretação'.

Talvez, ao invés de estudar direito, falte aos juízes, estudar português e interpretação de texto.

Foto: Ricardo Stuckert
Nem na ditadura amigos eram proibidos de visitar presos Nem na ditadura amigos eram proibidos de visitar presos Reviewed by Nelson Gazolla on 13:51 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.
X

Atenção !!!

NÃO PERCA as Atualizações!

Clique em CURTIR

TV, Cinema, Teatro e muito mais!

Nosso Site