Liminar libera tratamento da "cura gay"

Liminar autoriza o tratamento da homossexualidade como doença.

A Justiça Federal do Distrito Federal na última sexta-feira (15), concedeu uma liminar que permite o tratamento da homossexualidade por psicólogos como doenças.

A decisão que foi tomada pelo juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho, permite que psicólogos possam aplicar tratamentos de "reversão sexual" aos pacientes gays e lésbicas sem serem repreendidos pelo Conselho Federal de Psicologia - CFP.


O CFP que se posicionou contra a liminar "a ação representa a violação dos direitos humanos e não tem nenhum embasamento científico".
A tal ação questionava a resolução 01/1999 do CFP, onde orienta psicólogos como procederem em casos e questões com relação a orientação sexual do paciente. Segundo o documento, estes profissionais "não devem exercer qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas". E completa: "psicólogos não colaborarão com eventos ou serviços que proponham tratamento e cura da homossexualidade".



Em seu site oficial "O Conselho Federal de Psicologia informa que o processo está em sua fase inicial e afirma que vai recorrer da decisão liminar, bem como lutará em todas as instâncias possíveis para a manutenção da Resolução 01/99, motivo de orgulho de defensoras e defensores dos direitos humanos no Brasil".

Liminar libera tratamento da "cura gay" Liminar libera tratamento da "cura gay" Reviewed by Ronaldo Ramos on 16:56 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.
X

Atenção !!!

NÃO PERCA as Atualizações!

Clique em CURTIR

TV, Cinema, Teatro e muito mais!

Nosso Site